Acusado de participar da morte de menor queimada viva em Altos é recapturado pela polícia

Compartilhe...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn

Natanael de Sousa Feitosa, vulgo Natan, foi recapturado pela Polícia Civil de Altos depois de fugir do sistema penitenciário. A prisão aconteceu em cumprimento de um mandado expedido pela juíza Andrea Parente, titular da comarca de Altos.

Natan foi julgado por um júri popular durante toda esta quinta-feira (13) e acabou sendo condenado a quase 20 anos de prisão. Contra ele pesa a acusação de praticar o crime de homicídio triplamente qualificado. Natan teria participado da morte de uma adolecente de 17 anos queimada viva na zona rural de Altos no ano de 2012.

Relembro o caso em matéria publicada pelo Portal Altos em fevereiro de 2013

“A Polícia Civil de Altos desvendou o caso da menor que foi encontrada morta com o corpo completamente carbonizado no dia 07 de agosto de 2012, às margens de uma estrada vicinal que dá acesso a Localidade Baetas, zona rural de Altos.

A vítima foi identificada por Joicimara Gomes da Silva, de 17 anos. Ela morava no Bairro Maravilha, em Altos, mas era natural da cidade de São João da Serra.

Horas antes do crime, a menor estava acompanhada de mais três pessoas em uma festa. A Polícia fez a oitiva destas: A menor M.C.G.S e o menor W.R.P.S. Ambos confessaram envolvimento no crime e citaram mais um nome, o do jovem Natanael de Sousa Feitosa, vulto Natan, do Bairro Tranqueira.

A Polícia Civil, através do Delegado Kleydson Silva e do Chefe de investigação Chico Carlos solicitou a prisão preventiva de Natan ao Juiz da Comarca de Altos, Dr. Celso Barros Filho, que deferiu o pedido.

Natan encontra-se detido no 14º DP de Altos.

Fonte: Portal Altos

Comentar no Facebook

PUBLICIDADE

VIDEOS REPORTAGENS

CURTA NOSSA PÁGINA