Rocha Construções
Matéria publicada em: 15/01/2014 às 22:55

Blitz de Trânsito devem continuar acontecendo em J.Freitas; Veja porque?

Com estratégias definidas para combater as mortes no trânsito, a imprudência, menores pilotando e dirigindo carros, pessoas sem habilitação e veículos com a documentação irregular a Polícia Militar sob o comando do Capitão Augusto em José de Freitas continuará realizando as blitz’s.

Segundo as estatísticas do DATASUS no Mapa da Violência 2013 de Trânsito e Motocicletas os óbitos de trânsito tiveram um rápido crescimento na década 2001/2011: o número de vítimas passou de 30.524 para 43.256, o que representa um aumento de 41,7% de mortes no trânsito no Brasil.

A violência no trânsito mata muito mais que uma guerra civil.

Outro dado que me deixa estarrecido são as taxas de óbito por 100 mil habitantes em acidentes de trânsito, segundo o ordenamento dos estados da federação, o estado do Piauí em 2001 ocupava o ranking de 20º lugar com 15,3 mortes no trânsito a cada 100 mil habitantes, já em 2011 ocupava o 4º lugar com 34,7 mortes no trânsito a cada 100 mil habitantes, passando a frente de estados como Espírito Santo (32,7), Paraná (32,0), Distrito Federal(24,6), Maranhão(22,3) e São Paulo(17,7), Tocantins ocupava o 1º lugar com (37,9).

No Piauí só cresceu a violência no trânsito.

São dados preocupantes e alarmantes, o Piauí cresceu cerca de 150% os óbitos por acidentes de Trânsito nesse período de 2001 a 2011 cerca de 126,10 mortes a cada 100 mil habitantes, sendo que mais da metade do total de mortes em acidentes de trânsito o veiculo utilizado foi a motocicleta.

Em José de Freitas somente no ano de 2013, segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde e dados do SAMU em atendimentos pelo 192, cerca de 226 acidentes de trânsito foram contabilizados em uma cidade de apenas 38.005 habitantes, ou seja 18,83 acidentes de trânsito por mês em José de Freitas somente no ano de 2013 e mais uma vez mais da metade do total de mortes foi a motocicleta que alavancou as estatísticas. Façam as contas.

Eu pergunto, deve parar ou continuar realizando as blitzs?

VEJA AGORA FOTOS DE DIVERSOS ACIDENTES DE TRÂNSITO EM JOSÉ DE FREITAS

acidente 1 acidente 2 acidente 3 acidente 4 acidente 6 acidente 7 acidente 8 acidente 11 acidente 12 acidente 13 acidente 14 acidente 15 acidente 16 acidente 17 acidente 18 acidente 19 acidente 20 acidente 21

Comentar no Facebook

3 comentários adicionados em “Blitz de Trânsito devem continuar acontecendo em J.Freitas; Veja porque?”

  1. Janaina Silva Disse:

    A imprudência do ser humano é imensa, quando se trata de cidades pequenas que este ato aumenta. O avanço tecnológico e melhores condições financeiras dão lugar a meios mais modernos de locomoção, unido à pouca instrução dos condutores começam os problemas citados na matéria. É justo e correto que os condutores sejam habilitados, todavia não é justo o valor que o cidadão paga para tornar-se regular diante da legislação de trânsito.
    Veja o caso polêmico dos “simuladores de direção” a serem adotados pelas autoescolas, que tornam o custo da CNH muito auto ao se avaliar a situação financeira dos habitantes de municípios interioranos de nosso país.
    Não seria mais justo e correto a criação de projetos que visem a conscientização e ajuda aos condutores destes municípios a saírem da irregularidade e ao mesmo tempo reduzir o índice de óbitos e acidentes?
    De que adiantam blitz e apreensões, se na primeira oportunidade de levantamento do montante para soltura do veículo os condutores estarão nas ruas cometendo os mesmos erros?
    Mudar o pensamento e cultura retrógrada do ser humano é mais difícil que encontrar ouro na “Serra Pelada” e ordenhar onça.

  2. Francisco Saraiva Disse:

    Sim. Claro, pois a blitz faz parte da fiscalização e educação do transito. As pessoas reclamam quando estão em situação irregular e são multadas. Mas reclamam tambem quando morre um familiar… O que é mais importante…

  3. Francisco Saraiva Disse:

    O titulo da matéria “Blitz de Trânsito devem continuar acontecendo em J.Freitas; Veja porque?” Acho que deve ser uma afirmação ao invés de pergunta…
    A não ser que seja uma pergunta dirigida a quem mandou, isto mesmo, mandou suspender. Com a palavra o último Coronel,o Robão. Vamos debitar o aumento dos acidentes de transito e assaltos na conta de quem mandou suspender as blits.

Deixe seu comentário

José de Freitas Agora | Copyright © 2010-2012 | Todos os direitos reservados
  • Política de privacidade
  • Contato
  • by Paulo Kampus