Casos de chikungunya aumentam 203,2% no Piauí

Os casos de dengue no período de 01 de janeiro a 01 de novembro deste ano tiveram uma redução de 3,2% comparado ao mesmo período do ano passado. Em 2017 foram constatados 4.918 casos em 101 municípios piauienses.

Os casos de Zika também registraram uma diminuição no mesmo período, registrando apenas 157 casos este ano, em 2016 foram constatados 216 casos da doença. Já os casos de chikungunya continuam em alta, foram registrados 6.216 casos no Piauí, provocando um aumento de 203,2% comparado a 2016.

Os municípios piauienses com maior número de casos da doença por 100 mil habitantes são as cidades de Francinópolis, Cajueiro da Praia, São Raimundo Nonato, Várzea Branca e Luís Correia.

O epidemiologista Inácio Lima explica o motivo da diminuição nos casos de dengue e o aumento de casos de chikungunya. “As pessoas que adoeceram por um dos quatro tipos de vírus da dengue, nunca mais adoece por aquele vírus, mesmo que aquele vírus esteja circulando a pessoa já está imune. Enquanto que a chikungunya é uma doença mais recente, que se instalou há pouco mais de dois anos no Piauí, então toda a população está vulnerável a adoecer pela chikungunya”, pontuou o epidemiologista.

Comentar no Facebook

PUBLICIDADE

VIDEOS REPORTAGENS

CURTA NOSSA PÁGINA