Ciro diz que Progressistas não vai impor condições para Wellington

A indicação do nome de Margarete Coelho para continuar na vaga de vice-governadora é um dos maiores desejos dos Progressistas. A disputa com outros partidos da base e a garantia da candidatura de Ciro Nogueira ao senado na mesma chapa pode diminuir as possibilidades da reeleição de Margarete.

O partido garante que reivindicará a vaga até o fim do prazo para a formação da chapa, mas, segundo o presidente do PP, não irá impor condições ao governador Wellington Dias. Ciro Nogueira diz que entende as dificuldades nas definições devido à ampliação da vaga. “Nós estamos conscientes que houve uma ampliação da nossa base. Isso é importante não só para consolidar a vitória do governador como a minha para o senado. Quanto mais aliados melhor, mas que seja feita ouvindo a população”, defendeu Ciro Nogueira.

O presidente do partido informou que desde 2014, quando já se discutia os cenários para a reeleição do governador, nunca exigiu a permanência de Margarete Coelho no cargo. “Em minuto nenhum nas minhas discussões de alto nível com o governador foram feitas exigências. O que defendemos é que seja feita [a indicação] com critérios”, pontuou.

Ciro Nogueira afirmou também que a possibilidade da não indicação de Margarete não vai ocasionar a saída do partido da base. “Os progressistas teve um crescimento muito firme, que gera essa ansiedade até para que a oposição possa se fortalecer. Mas não existe motivo para um rompimento”, finalizou.

Comentar no Facebook

VIDEOS REPORTAGENS

CURTA NOSSA PÁGINA