Dolores O’Riordan, cantora do Cranberries, morre aos 46 anos

Dolores O’Riordan, cantora do Cranberries, morreu aos 46 anos, segundo o jornal “Irish Times”.

O jornal diz que um representante enviou nota dizendo que os integrantes da banda “estão devastados por ouvir as notícias” e pediram privacidade “nesta hora muito difícil”.

Não há mais informações sobre a morte. O corpo de Dolores foi encontrado em Londres, onde o Cranberries participaria de uma gravação.

Dolores Mary Eileen O’Riordan Burton nasceu em Ballybricken, na Irlanda, em 1971, a mais nova de sete filhos. A cantora sofria de transtorno bipolar.

Hits nos anos 90

Ela entrou no Cranberries em 1990. A banda emplacou hits como “Zombie”, “Linger”, “Dreams”, “Ode to my family” e “Salvation”.

O grupo vendeu mais de 40 milhões de cópias de seus seis álbuns. A estreia foi em 1993, com “Everybody else is doing it, so why can’t we?”.

Dolores O'Riordan, do Cranberries, em show de 2016 (Foto: GUILLAUME SOUVANT / AFP)
Dolores O’Riordan, do Cranberries, em show de 2016 (Foto: GUILLAUME SOUVANT / AFP)

O trabalho mais recente de inéditas, “Roses”, é de 2012, o único com novas canções após o retorno, em 2010. Os integrantes haviam ficado afastados por seis anos.

Em 2014, ela teve um “ataque de raiva” e foi detida após bater em uma aeromoça e cuspir em um policial.

No ano passado, eles lançaram “Something Else”, com releituras acústicas dos sucessos do grupo. Além da cantora, o Cranberries tinha Noel Hogan, Mike Hogan e Fergal Lawler.

Dolores deixa três filhos, Taylor Baxter, Molly Leigh e Dakota Rain, e o ex-marido, Don Burton.

Mensagem em dezembro

No dia 20 de dezembro do ano passado, Dolores disse por meio das redes sociais da banda que estava “se sentindo bem”.

“Eu fiz meu primeiro show em meses no fim de semana, tocando algumas músicas na festa de anual para o staff da Billboard em Nova York… Gostei muito! Feliz Natal para todos os nossos fãs! Beijos”, escreveu.

Comentar no Facebook

VIDEOS REPORTAGENS

CURTA NOSSA PÁGINA