Freitenses se juntam a populares e ocupam escritório de Wellington Dias

Matéria publicada em: 21/09/2013 às 23:08

Cerca de 40 trabalhadores rurais de 14 municípios e representantes de 20 entidades ocuparam nessa sexta-feira (20) o escritório do senador Wellington Dias. Eles reivindicam a permanência do superintendente estadual da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), Alysson Pêgo no cargo.

A indicação do superintendente foi do deputado federal Jesus Rodrigues, que agora manifestou a intenção de retirá-lo da função.Segundo a representante do movimento de pequenos agricultores Maria José da Costa os motivos pelo parlamentar não podem ser considerados.

Um grupo de 14 pessoas de José de Freitas participou da reunião, na oportunidade estavam representações dos sindicatos: SINTRAF, Sindicato dos Trabalhadores Rurais , Cooperativa Frutas Daqui e Associação de Mulheres de José de Freitas, que se fizeram presentes a referida reunião.

Uma das alegações de Jesus Rodrigues é a de que a indicação de Alysson não possibilitou a visibilidade que ele [Jesus] gostaria, além do fato de que ele não seria convidado para os eventos da Conab.

“Em todas as vezes que o deputado foi convidado, inclusive em nossa presença ele se negou a participar”, contesta Maria José.

Outro ponto alegado é que a superintendência está sendo inoperante na distribuição do milho para os trabalhadores rurais do estado. Mais uma vez os movimento negou, dizendo que o problema está na logística de distribuição em âmbito nacional, pois faltam recursos e mais postos de entrega do milho.


Foto: Jailson Soares/ O Dia

Os trabalhadores também discordaram da afirmação do deputado, quando o mesmo disse que o superintendente não tem visibilidade dentro da própria Conab, alegando que na verdade o gestor representa no Comitê Nacional todos os superintendentes do Norte e Nordeste, logo ele teria sim influência dentro do órgão.

SINTRAF

O senador Wellington Dias tinha uma reunião marcada com apenas sete representante, mas as entidades decidiram comparecer por acreditarem ser uma reivindicação importante.

Wellingnton Dias informou que quem decide a homologação do afastamento de cargos é a própria presidente Dilma Rousseff e a ministra de Relações Institucionais Ideli Salvatti. “Qualquer alteração vai necessitar de uma justificativa que vá além do desejo de um parlamentar”, disse o senador.

ANA LOGOTIPO

O  parlamentar também garantiu que vai se reunir com o deputado e com a ministra para encontrar uma solução para o caso.

“O que eu digo com a minha experiência em políitica é que raras vezes vi tantos movimentos pedindo por alguém.” Comentou Wellington Dias.

Os trabalhadores adiantam que estarão em maior número participando da executiva do PT que acontece na próxima segunda-feira (23) às 16h.

Fonte: Flash de Nayara Felizardo (do local)

Comentar no Facebook

Deixe seu comentário

José de Freitas Agora | Copyright © 2010-2012 | Todos os direitos reservados
  • Política de privacidade
  • Contato
  • by Paulo Kampus