Igreja e Fundação fazem acordo sobre patrimônio e divergem em casa paroquial

Com a presença de dezenas de fiéis na frente do Fórum “Juiz Alberto Veras”, no centro da cidade de José de Freitas, foi realizada na manhã desta quarta-feira (30), a audiência de conciliação entre a Diocese de Campo Maior e a Fundação Cândida Figueiredo Cunha, referente à ação de retificação e restauração do patrimônio de São Francisco.

O processo foi impetrado pela Fundação Cândida Cunha, há pelo menos oitos anos junto a Justiça. A entidade filantrópica requereu a guarda do patrimônio do santo, composto pela igreja, seis pontos de aluguéis e pela Fazenda São José, que até então, eram administrados pela Paróquia de Nossa Senhora do Livramento.

Na audiência, ficou acordado entre a igreja, que no ato foi representada pelo bispo Dom Eduardo Zielski, e pela Fundação Cândida Cunha, representada no momento, pela advogada Maria Amy Sousa Muniz, que a partir de agora, todos os bens e a arrecadação financeira do patrimônio, ficará sob a gerência da fundação.

No acordo, também ficou determinado que a Fazenda São José ficará a cargo da entidade,  que se comprometeu ainda, em realizará uma assembleia geral nos próximos trinta dias para apresentar uma alternativa sobre o destino da sede da Casa Paroquial. No final, a fundação também se comprometeu a proceder a reforma completa da Igreja de São Francisco.

Logo depois da audiência, Dom Eduardo falou que não abre mão da residência oficial do padre, que segundo ele, foram investidos naquele local, dinheiro da venda da antiga casa paroquial, além de doações provenientes de organizações italianas, ou que, a atual casa paroquial fique sob o regime de comodato por um período de 99 anos.

Durante a toda a manhã, dezenas de católicos protestaram com a reza do terço e cânticos em louvor a São Francisco na igreja matriz. Um esquema de segurança foi montado pela Polícia Militar, sob o comando do Capitão Augusto, a pedido do juiz da comarca, Lirton Nogueira Santos.

Por Junior Morais com a colaboração de Arimatheia Ferreira

Comentar no Facebook

PUBLICIDADE

VIDEOS REPORTAGENS

CURTA NOSSA PÁGINA