Rocha Construções

Mulher paga R$ 25 para não ser estuprada em José de Freitas

Matéria publicada em: 25/06/2012 às 06:50

O desempregado Edmilson Fernandes de Carvalho, vulgo Torão, (20) anos, foi conduzido para Central de Flagrantes na noite deste domingo (24), após tentativa de estupro seguido de roubo, contra autônoma de iniciais KMSF de (22) anos residente na Vila São Francisco.

O fato ocorreu por volta das (19h30min) nas proximidades do Açude Bezerro, quando a vitima voltava pra sua residência, após um dia de intenso trabalho.

Torão atacou a jovem pegando em suas partes intimas, no sentido de estupra-la. A mulher na tentativa de se livrar do meliante ofereceu a quantia de (vinte e cinco) R$ 25,00 reais, que tinha ganhado como recompensa do seu trabalho, que foi aceito pelo agressor, em seguida o mesmo empreendeu fuga.

O caso foi comunicado a policia do município, que localizou o acusado, e foi conduzido para a Central de Flagrantes. O delegado de plantão de nome Marques colocou em liberdade, por não encontrar indícios para que pudesse atua-lo.

Ação teve a participação do policial militar, Lindomar Mourão de Araújo da (3ª) companhia de José de Freitas, que tem como comandante o Capitão Carlos Augusto

Da Redação do Portal JFagora

Comentar no Facebook

4 comentários adicionados em “Mulher paga R$ 25 para não ser estuprada em José de Freitas”

  1. CARLAO Disse:

    Ele foi posto em liberdade devido a falta de conhecimento dos policiais de JOSE DE FREITAS que nao souberam fazer a prisao em flagrante do meliante,quando chegou lá foi posto em liberdade por falta de provas,é por isso que sempre falo a guarda municipal de JOSE DE FREITAS a muito tempo vem fazendo a trabalho da policia local….

  2. GILBERTO Disse:

    Convido os moradores de JF para nos unirmos, pegarmos os estupradores e darmos fim nos mesmos, depois de estuprá-los usando estaca de unha de gato com os espinhos ao contrário. Só assim deixarão de incomodar.Não podemos confiar no “braço do Estado”.

  3. Lucas Disse:

    Cadê o irmão dele aquele que foi espancado próximo ao hospital outubro de 2008 a justiça já condenou os acusados sera eim ou tem que aguarda mais tempo e sempre assim se fosse um pobre morreria atrás das grades mas quando e um rico so aparece com o advogado e ponto final eu conheço o edimilson como um trabalhador humilde e não como ladrão e estrupador aliás o apelido dele nunca foi torão como citado na matéria isso e uma falta de competências do jfagora e capacidade em publicar essa matéria

Deixe seu comentário

José de Freitas Agora | Copyright © 2010-2012 | Todos os direitos reservados
  • Política de privacidade
  • Contato
  • by Paulo Kampus