Rocha Construções
Matéria publicada em: 21/12/2013 às 08:21

Inep elimina candidatos que fizeram Enem 2013 com pontos de escuta

NOT-inep-elimina-candidatos-que-fizeram-enem-2013-com-pontos-de-escuta1387564675_460_322O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) informou nesta sexta-feira que eliminou 1.522 candidatos por tentativa de fraudar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013. De acordo com o órgão, durante a aplicação das provas, nos dias 26 e 27 de outubro, os ficais identificaram participantes usando equipamentos eletrônicos como pontos de escuta nos ouvidos ou tentando consultar outros tipos de material.

Nesta quinta, a Polícia Civil de Minas Gerais informou que uma quadrilha presa por vender vagas em vestibulares de Medicina de universidades privadas também fraudou o Exame do MEC. Durante as investigações, foram identificados diálogos entre os suspeitos a respeito de suposta fraude no Enem. Eles teriam repassado o gabarito, via ponto eletrônico, a candidatos que faziam a prova na  cidade  de Barbacena, em Minas.

No próprio fim de semana do Enem, o Instituto já havia eliminado 36 candidatos por postarem fotos das provas nas redes sociais. “A segurança do Enem é realizada, antes durante e após a aplicação das provas, com o acompanhamento da Polícia Federal, o que tem permitido, ao longo dos anos, o aprimoramento do processo”, explica o presidente do Inep, Luiz Cláudio Costa.

No entanto, de acordo com o Inep, nenhum nome de candidato beneficiado foi repassado ao órgão pela polícia mineira. Assim sendo, o Inep informa que não há como verificar se esses participantes estão entre os 1.522 já eliminados. Segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Educação, 336 candidatos já desclassificados são de Minas, sendo quatro de Barbacena.

A Polícia Federal recebeu, nesta quinta-feira, 19, cópia dos autos do inquérito policial em questão. O Inep comunicou que está acompanhando as investigações e fornecendo todas as informações necessárias. No caso de identificado qualquer tipo de fraude, o participante envolvido será imediatamente excluído do exame, conforme previsto no edital, sem prejuízo de demais medidas.

“Cerca de 23 mil pessoas fizeram parte do forte esquema de segurança para a aplicação Enem. As Forças Armadas, a Polícia Federal, a Polícia Rodoviária, além de policiais militares e civis dos Estados fizeram parte da equipe que garantiu o sucesso do exame”, diz o comunicado publicado pelo Inep nesta sexta-feira.

Em 2013, o Inep adotou uma série de medidas para garantir a segurança do Enem, que este ano teve mais de 7 milhões de inscritos. Uma das principais novidades foi a utilização de lacres eletrônicos em todos os malotes que transportaram as provas para os milhares de locais de aplicação espalhados pelo país. Esses lacres registraram o horário do fechamento do malote na gráfica e o horário em que foi aberto no local de aplicação da prova.

FONTE: OGlobo


 

Comentar no Facebook

Deixe seu comentário

José de Freitas Agora | Copyright © 2010-2012 | Todos os direitos reservados
  • Política de privacidade
  • Contato
  • by Paulo Kampus