MPF decide investigar irregularidades na administração do prefeito Messias

messias medioO Ministério Público Federal, por intermédio do Procurador da República Wellington Luis de Sousa Bonfim resolveu instaurar procedimento preparatório com o objetivo de averiguar possível ocorrência de irregularidades na aplicação de recursos do FUNDEB, consistentes no atraso no pagamento dos salários referentes aos meses de julho a outubro/2013 de professores do Município de Lagoa Alegre/PI.

O procedimento foi instaurado a partir de denúncia formulada por Expedito Silva Freitas, noticiando supostas irregularidades na aplicação de recursos do FUNDEB, consistentes no atraso injustificado no pagamento da remuneração dos professores do município.

Atualmente o município de Lagoa Alegre é administrado pelo prefeito Messias Moreira eleito com 2.701 votos (44,54%).

Fonte: GP1

Comentar no Facebook

PUBLICIDADE

VIDEOS REPORTAGENS

CURTA NOSSA PÁGINA