Nota Fiscal de 40 mil: Vereadores oficializam ao MP de José de Freitas pedido de investigação

No dia 01 de dezembro de 2017 os Vereadores Zilzimar Fernandes (PSB) e Roberval Carvalho (PSDC), encaminharam ofício ao Ministério Público da comarca de José de Freitas pedindo providências cabíveis a respeito de uma nota fiscal paga pela administração “novo tempo” no valor de R$ 40.000,00(quarenta mil reais) para pagamento referente a serviços de organização e execução de eventos culturais durante o Festejo de Nossa Senhora do Livramento que ocorreu no período de 05 a 15 de agosto de 2017.

O fato que chamou a atenção dos dois vereadores foram: Os eventos culturais que não foram discriminados na Nota Fiscal de nº 27011 emitida no dia 23 de agosto de 2017 e o mais grave é que nenhum evento cultural ocorreu na cidade durante os festejos de Nossa Senhora do Livramento.

” pelo menos nós não temos nenhum conhecimento de nenhum evento cultural ocorrido durante os Festejos de Nossa Senhora do Livramento, nos causa estranheza o valor de 40 mil reais gastos em nove noites de eventos culturais os quais nós não temos notícias, não sabemos qual tipo de evento e nem onde foi realizado. Disse o Vereador Zilzimar Fernandes(PSB).

Os vereadores pedem também toda a documentação que criou a Fundação Municipal de Cultura como: CNPJ, estatuto, registro e demais documentos desta fundação cultural, como também todo o processo licitatório, contrato administrativo e todas as notas fiscais emitidas no ano de 2017 em nome do Senhor Alessandro Aguiar dos Santos detentor do Contrato de nº 038/2017.

“não admitimos mais esse tipo de coisa em José de Freitas, não está claro, nem transparente o pagamento de 40 mil reais para organização de eventos culturais durante os festejos de Nossa Senhora do Livramento. Onde foi feito esses eventos, em que local, qual tipo de cultura e valores de cada evento, tudo esquisito e estranho. Fazem estas coisas erradas e ainda usam o nome de nossa Padroeira. Palavras do Vereador Roberval Carvalho(PSDC).

O Ministério Público de José de Freitas agora deverá fazer uma investigação e em pouco espaço de tempo estará dando uma resposta a sociedade Freitense.

Comentar no Facebook

PUBLICIDADE

VIDEOS REPORTAGENS

CURTA NOSSA PÁGINA