O Polemico Zé Pereira

A principio tudo indicava ser uma grande festa, com nomes de artistas nacionalmente conhecidas pisando pela primeira vez no cenário da cidade de José de Freitas.

Mas o tradicional Zé Pereira da cidade de José de Freitas-PI, muito conhecido e que atrai multidões, teve seu fracasso e pode esta com seus dias contados.

A polemica começou desde o lançamento do projeto quando começaram as conversas que a empresa Kalor Produções estaria envolvida na organização do evento e o mesmo seria privatizado, depois vieram os esclarecimentos que isso não era verídico e a organização seria toda a cargo da administração municipal, mas em meio a isso o descontentamento era gral.

O transtorno começou semanas antes do evento começar quando chegaram as estruturas para a montagem dos camarotes. Camarotes esses que gerou grande descontentamento entre a comunidade, em primeiro lugar, tirando a visão de moradores e comerciantes, depois ocupando grande espaço que poderia ser destinado aos foliões, ( Ficando nitidamente uma divisão de classes).

Zé Pereira é festa popular, do povo e para o povo. Como se não bastasse o palco o único palco de todo evento foi instalado na transversal relacionado com a Praça Governador Pedro Freitas dando prioridade aos camarotes.

E a polemica continua….a cidade foi invadida por uma avalanche de comerciantes que vieram vender de tudo com barracas enormes que ocupava mais espaço na área dos foliões, era muita gente vendendo que com certeza tiveram prejuízo, pois a elite instalada nos confortáveis camarotes já traziam todo buffet de casa.

E a polemica continua…no espaço onde deveria ser instalado o outo palco, para as atrações poderem ser divididas e os foliões terem opções e mais espaço de circulação, foi instalado um playgroud, que lembrou muito o festejo de agosto.

O bloco Pitombeira que é um tradicional bloco da cidade entrou com recurso junto a Prefeitura através da secretaria de obras  para a realização de seu evento de comemoração dos 23 anos, o secretario de obras deu como indeferido, impossibilitando-nos de fazermos a apresentação de nossos amigos Zé Iran e Ednalva Maroto, mesmo assim fizemos nosso encontro no local resumidamente e assim podemos acompanhar o desenrolar da grande festa do Zé Pereira que a cada momento trazia descontentamento aos frequentadores.

A Prefeitura lançou uma programação e explicações a todos como tudo iria acontecer, só que a programação pré-estabelecida não foi cumprida, deixando a desejar no trato com a população.

No domingo nas redes sociais começaram a surgir as postagens de descontentamento com a organização do evento. Como se não bastasse no domingo o caos foi por completo como: a hora de iniciar o evento, a premiação que não saia, não era multidão, era aglomeração de pessoas por falta de espaço e a falta do outo palco, quando a cantora Joelma se apresentou o som estava muito ruim, a troca de bandas era uma eternidade gerando desconforto aos foliões, muitas pessoas foram embora sem entender o que acontecia e o porque de tanta modificação.

E a polemica continua…o desrespeito com a instalação de banheiros químicos em frente de residências e comércios que ficaram interditados sem funcionamento.

O transtorno no centro da cidade foi por completo, trazendo mais descontentamento entre os motorista e motociclista e até moradores. Sou filho da cidade de José de Freitas, contribuo, trabalho e participo dos eventos culturais de nossa cidade, não podia engolir uma festa polemica e de descontentamento entre muitos como se fosse a melhor festa de todos os tempos. “Nunca”.Sou freitense amo minha cidade e nossa população espera o ano todo por esta festa, vamos à luta e torcermos para que não acabem com nosso espetacular Zé Pereira.

Por Paulo Craveiro

Vejam alguns comentários

Foi maior o descontentamento e a desorganização, todos puderam sentir e ver.

Bom aqui fica minha opinião e alerta para todos, olhos bem abertos com nosso melhor evento, o tradicional Zé Pereira.

Comentar no Facebook

VIDEOS REPORTAGENS

CURTA NOSSA PÁGINA