Primas de 11 anos desaparecem após saírem da escola

Matéria publicada em: 01/06/2017 às 16:45

As estudantes Dacivane Silva e Dayrlane Silva, ambas de 11 anos e que são primas, desapareceram sem deixar pistas às 10h30 da manhã da última segunda-feira, depois que saíram da Unidade Escolar Antônio Maria Madeira, no conjunto Parque Piauí, zona Sul de Teresina, onde estudante.

A mãe de Dacivane Silva, Dácia Silva, afirmou que a família está preocupada porque as duas primas nunca haviam sumido de casa e a última notícia que teve delas foi que discutiram com uma colega de turma, foram advertidas pelo diretor da escola e foram mandadas para casa horas antes do horário normal do fim das aulas, por volta das 10h30, mas nunca chegaram em casa, no bairro Santa Luzia, na zona Sul.

O comandante da Companhia Independente de Policiamento Escolar (Cipe), major Marcos Vinícius Araújo Sales, informou que os policiais do pelotão conversaram com a família, com professores e colegas das meninas, mas não conseguiram informações que pudessem ajudar a localizar as duas.

Segundo ele, o trabalho de investigação está por conta da Polícia Civil e os policiais de Policiamento Escolar fizeram rondas.

O desaparecimento foi registrado também na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente e o Conselho Tutelar foi acionado. Por contra própria, a família tem feito buscas.

Quando deixaram a escola, as meninas usavam calça jeans azul, tênis e mochila escolar. Dacivane usava a camiseta do uniforme escolar, azul escuro com detalhes em branco. Dayrlane vestia uma camiseta preta.

Comentar no Facebook

Deixe seu comentário

José de Freitas Agora | Copyright © 2010-2012 | Todos os direitos reservados
  • Política de privacidade
  • Contato
  • by Paulo Kampus