Secretária Municipal de Educação deixa o cargo após 09 meses na pasta

Sendo um dos primeiros nomes confirmados a compor o quadro de Secretários da gestão “um novo tempo” ocupando a pasta da Educação no município de José de Freitas, a Professora Lúcia Ribeiro após 9 meses de gestão resolveu entregar o cargo de Secretária Municipal de Educação.

A Professora encaminhou uma carta no dia 02 de outubro de 2017 pedindo a sua exoneração, na carta ela diz que foi o maior desafio de sua vida profissional, que sai de consciência tranquila, que trabalhou com responsabilidade, lisura e principalmente sem perseguição aos servidores.

VEJA A CARTA 

Em apenas 9 meses como Secretária Municipal de Educação, a Professora Lúcia Ribeiro tinha a  atribuição de gerenciar uma pasta muito importante que é a Educação, diante de dificuldades que são verificadas no município de José de Freitas, ela não teve tempo suficiente para deixar sua marca, não teve tempo para executar suas ações, suas ideias e planejamentos no tocante as questões relacionadas a investimentos e melhorias na Educação Municipal.

NOTA DO PORTAL

Em sua carta, a Professora Lúcia Ribeiro pontuou que trabalhou com responsabilidade, lisura e principalmente sem perseguição aos servidores, esta última frase nos chama a atenção, a perseguição a servidores que traduzindo, significa a perseguição política, que é característica de gestores sem liderança é uma das formas mais covardes de se manipular e pressionar os servidores, sendo a Remoção e a Transferência um jeito velado de se perseguir.

Pode não ser um dos motivos, ou o principal motivo do pedido de exoneração da Professora, pois a mesma alega motivos particular e pessoal, mas casos como esses de se entregar cargo após pouco meses de ocupação, costumam acontecer quando as nossas opiniões desagradam os que estão no poder.

Comentar no Facebook

PUBLICIDADE

VIDEOS REPORTAGENS

CURTA NOSSA PÁGINA