Rocha Construções
Matéria publicada em: 25/01/2014 às 12:45

“Tudo é possível”, revela o ex-BBB Rodrigo que não descarta sexo com transexual

dio20-300x250eRodrigo Lima, do “BBB 14”, é daqueles homens que não fogem do sexo. Durante os quase 10 anos em que morou em Portugal, seu corpo musculoso, com 1,87m de altura e repleto de tatuagens, encantava europeias e europeus.

Em Lisboa, Rodrigo fez de tudo um pouco. Batia ponto como auxiliar de cozinha de um sofisticado restaurante e, à noite, mudava de ramo e  “trabalhava como segurança de uma boate. E por causa do meu porte, meus amigos do restaurante me convenceram a ser dançarino sensual em despedidas de solteiras”, conta ele.

Não tem sedução”. A ausência da conquista, diz ele, já prejudicou a performance na cama: “Brochei muitas vezes. Precisei tomar remédio para transar” Pontou.

Como segurança de boate, Rodrigo recebeu muitos convites para fazer sexo por dinheiro. As propostas vinham de homens e mulheres. Mas o ex-BBB garante que nunca topou programas. “Nunca aceitei. Tive uma namorada europeia mais velha que me dava muitos presentes. Só não posso dar mais detalhes porque ela é casada”.

dio1.jpg

O que também não agrada Rodrigo é a forma como as estrangeiras abordam um homem. “Estava trabalhando na filial do restaurante em Algarve, litoral português, e uma gringa disse que a amiga dela, uma canadense, queria ficar comigo. Disse que não, pois não sei falar inglês. A mulher disse que não tinha problema. Me levou até ela, que me levou para a cama no mesmo dia. É estranha a abordagem delas.

dio2.jpg

O fato de trabalhar com muitos gays no restaurante fez o primo que morava com ele em Portugal questionar sua sexualidade. “Ele perguntava se eu era homossexual. Não sou e digo que não sei se serei no futuro, porque não tenho preconceito”. Tanto que Rodrigo não descarta a possibilidade de um dia vir a ter uma relação sexual com um transexual. “Não sei, pode ser. Tudo é possível.”

dio3.jpg

dio4.jpg

Separado de uma brasileira com quem ficou casado por sete anos e com quem tem um filho de três, o sonho de Rodrigo é abrir um bar em Recife e não voltar mais para a Europa. “Apesar de ajudar minha família financeiramente, consegui juntar um dinheirinho e já estou vendo possíveis sociedades para abrir o negócio”.

dio5.jpg

dio6.jpg

dio7.jpg

dio8.jpg

dio9.jpg

dio10.jpg

dio11.jpg

dio12.jpg

dio13.jpg

dio14.jpg

dio15.jpg

dio16.jpg

 Fonte: Com informações do Ego
Comentar no Facebook

Deixe seu comentário

José de Freitas Agora | Copyright © 2010-2012 | Todos os direitos reservados
  • Política de privacidade
  • Contato
  • by Paulo Kampus