Universitário acusa comandante de agressão física em José de Freitas

O universitário Adalberto Souza Nascimento (28) anos, residente na Rua (05) de outubro bairro Cidade Nova, procurou na manhã de sábado 30 a redação do jfagora, para denunciar uma suposta agressão cometida pelo Comandante da Guarda Municipal de José de Freitas. O fato teria ocorrido na noite de sexta-feira (29) nas proximidades da praça de eventos Freitas Filho, por ocasião do (XX) encontro junino realizado nesta cidade.

Adalberto relatou que procurou o comandante João Carlos da Cunha para dar explicações do porque da prisão de um dos seus irmãos, de nome Luciano Souza Chagas de (22) anos. É que em seguida foi recebido com seguidos socos e tapas em sua face. “Eu tive que correr para não apanhar mais” Pontou.

O universitário afirmou ainda que estava sóbrio, e teria ficado constrangido porque as agressões teriam sido na frente de amigos e populares, presentes ao evento.

Segundo o estudante, que faz um curso de letras portuguesas na Universidade Estadual do Piauí, teria ficado de observação por mais de três horas, em um dos leitos do Hospital Nossa Senhora do Livramento, com hematomas pelo rosto. O mesmo apresentou um lado emitido pelo medico de plantão que comprovam as lesões.

Adalberto registrou um boletim de ocorrência no (17º) DP de José de Freitas, para que proceda as devidas investigações.

Procurado pela nossa reportagem, o comandante da Guarda Municipal João Carlos da Cunha  informou que não foi notificado, e que só vai se pronunciar em juizo.

Da Redação do Portal jfagora

 

Comentar no Facebook

PUBLICIDADE

VIDEOS REPORTAGENS

CURTA NOSSA PÁGINA