Veja quem entra e quem sai, do PT e do PTB, do ‘time do governador 2014’

Matéria publicada em: 02/01/2014 às 22:23

entrasai2-300x250eComo prometeu, o governador Wilson Martins (PSB) anunciou nesta quinta-feira (02/01) as mudanças que pretendia fazer em sua administração. Confirmou a saída dos nomes indicados pelo PT e pelo PTB nos órgãos de primeiro e segundo escalão.

Wilsão justificou que tomou essa decisão com base no que fez o senador Wellington Dias (PT), pré-candidato a governador em busca do seu terceiro mandato, que foi, disse o governador, “se aliar a dois adversários políticos dele”, que são os também senadores João Vicente Claudino (PTB) e Ciro Nogueira (PP).

Isto é: o governador está dizendo que não queria tirar o PT do seu Governo. Foi o PT que saiu ao se aliar a quem não segue o ‘projeto’ dele. Sendo assim, cinco nomes foram anunciados para substituir quem sai. Falta ainda as secretarias de Cultura, que é a Fundac, e a de Justiça, que é comandada por Henrique Rebelo. Vamos entender:

-João Alberto, sem partido e ex-secrerário municipal de Planejamento do prefeito Elmano (PTB) entra pela cota pessoal do governador, ainda de maneira interina, entra no lugar de Merlong Solano, do PT, que já havia entregado a secretaria estadual de Cidades e volta a ser deputado estadual na Assebleia Legislativa (quem sai é o suplente João de Deus, que fica sem mandato);

-Antônio Filho, procurador do Estado e ex-presidente da Agespisa, também indicação do próprio governador, assume o lugar de Antônio Neto, do PT, na secretaria de Fomento. Antonio Neto era indicação do senador Wellington Dias, que, segundo Wilsão, desde o Natal que não lhe liga para ter qualquer diálogo sobre os cargos que pertenciam ao Partido dos Trabalhadores;

-Meire Moura, ex-chefe de gabinete da secretaria estadual de Desenvolvimento Rural, SDR), é indicação do irmão de Wilsãon, Ruben Martins, entra no lugar de Francisco Guedes, do PT, na secretaria de Serviço Social. Guedes também era outra indicação do próprio W.Dias, mas que, assim como Antonio Neto, não teve qualquer defesa do ‘padrinho’ da indicação;

-Romildo Mafra, ex-Ibama nos governos Wellington Dias e Wilson Martins, assume o lugar de Hélder Jacobina, indicação da deputada estadual Rejane Dias, do PT (mulher de W.Dias) na secretaria de Integração do Deficiente (Seid);

-Marco Bona, que já estava na secretaria estadual de Turismo, toma o lugar de Nerinho, do PTB, na Setur. Nerinho entrou há pouco tempo e, apesar de ter se mostrado fiel a Wilsão, mesmo com JVC sendo contra o Governo, não conseguiu se firmar.

Duas secretarias ficaram com um ponto de interrogação. A de Cultura, Fundac, não tem mais a indicação do deputado estadual Fábio Novo. Wilsão disse que vai esperar o parlamentar voltar de viagem da Europa para tratar do assunto. Já a de Justiça tem no comando o deputado estadual Henrique Rebelo, que negocia seu cargo independente do PT ficar ou não. Mesmo assim é capaz de serem exonerados sem qualquer arranhão.

Com isso Wilsão monta o que ele mesmo chamou de “seu time” e não conta mais com PT e PTB. Vai começar 2014!

Comentar no Facebook

Deixe seu comentário

José de Freitas Agora | Copyright © 2010-2012 | Todos os direitos reservados
  • Política de privacidade
  • Contato
  • by Paulo Kampus