Wellington Dias presta apoio a Chico Antônio e contesta decisão do TRE

Matéria publicada em: 04/03/2011 às 17:48


O senador Wellington Dias, do PT, foi o centro das atenções de uma manifestação política realizada na manhã desta sexta-feira (04), em Esperantina, em apoio ao prefeito Francisco Antônio (PT), cassado no início dessa semana pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O gestor é acusado de ter praticado abuso de poder econômico na eleição municipal de 2008.

Dias participou do ato acompanhado dos deputados federais de seu partido Assis Carvalho e Jesus Rodrigues e da suplente de senador, Regina Sousa. Gestores municipais de 10 partidos políticos da região dos Cocais, lideranças sindicais e representantes de entidades urbanas e rurais também compareceram ao manifesto de solidariedade a Chico Antônio.

Na ocasião, todos se pronunciaram e foram unânimes na defesa de que o processo que cassou o prefeito deve ser revisto pela Justiça.

Na abertura de seu discurso, Wellington Dias fez referência ao primeiro artigo da Constituição Federal, enfatizando o trecho de que “todo poder emana do povo”. Na sequência, afirmou ter lido todo o processo que condenou Chico Antônio, destacando que ações executadas no tempo em que governava o Estado do Piauí, em 2007 e 2008, foram utilizadas para imputar-lhe uma culpa injustificada.

”Tudo o que realizamos foi reivindicado oficialmente por entidades populares. Eu faria tudo de novo em favor de pessoas que careciam de educação, abastecimento d’água e energia elétrica naquele momento de enchente e angústia”, discursou o senador, destacando que a peça jurídica utilizada contra Chico Antônio carece de provas e testemunhas consistentes.

“Eu não quero acreditar que o meu país – no qual muita gente deu a própria vida para ter democracia – vá permitir que um prefeito que não roubou, não comprou votos nem matou ninguém, enfim, que não cometeu nenhum crime, tenha que deixar uma prefeitura na qual chegou através da vontade de 8.331 eleitores”, falou o senador piauiense numa referência à possibilidade da decisão ser revista pela Justiça.

Comentar no Facebook

Deixe seu comentário

José de Freitas Agora | Copyright © 2010-2012 | Todos os direitos reservados
  • Política de privacidade
  • Contato
  • by Paulo Kampus