Wilson vai pedir ao W.Dias que não saia candidato a governador

Matéria publicada em: 26/12/2013 às 19:49

wdwils-300x250eSerá nesta sexta-feira, dia 27, na residência oficial, zona Leste de Teresina, a reunião do governador Wilson Martins (PSB) com o senador Wellington Dias (PT). Pode ser a última dos dois como aliados. Mas, pode também, ser uma recomposição. Tudo vai depender mais do senador do que do governador. É o que informa um assessor próximo ao governador.

A conversa será franca. O governador vai reclamar, mas, ao mesmo tempo, dará ao PT a última chance de continuar na base. No primeiro momento, dirá ao petista, que foi o PT quem se afastou do governo e desobedeceu a determinação de que 2013 era só para trabalho e que ninguém da base falasse em política. E fará uma queixa: Wilson vai dizer a Wellingto que ele não só desobedeceu, como montou uma caravana com dois adversários do governo (os também senadores Ciro Nogueira, PP, e João Vicente Claudino, PTB) e saiu em campanha antecipada pelo interior do Estado.

Os dois passarão em revista os últimos acontecimentos da politica local e farão um balanço do cenário nacional. No final da conversa o governador jogará a última cartada para tentar manter o PT entre os aliados. Encerrando a conversa, Wilsão dirá a W.Dias que a vaga de vice na chapa do PSB pode ser do PT.

O governador quer que ele desista da ideia de se candidatar a governador pela terceira vez. Mas é quase certo que Wilson ouvirá de Wellington que essa possibilidade é improvável, porque seu partido, o PT fechou questão em torno do seu nome para governador em 2014. O encontro será encerrado e Wellington Dias pode sair da casa de Wilson Martins como ex-aliado na condição de adversário.

 Com informações : Pedro Alcântara

Comentar no Facebook

Deixe seu comentário

José de Freitas Agora | Copyright © 2010-2012 | Todos os direitos reservados
  • Política de privacidade
  • Contato
  • by Paulo Kampus